Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marcador Amarelo

Porque há momentos que merecem destaque!

Marcador Amarelo

Porque há momentos que merecem destaque!

16
Mai16

Um poio de um T-rex

Diz que Estuda

Experimentem escrever "Ex boyfriend" no youtube ou no google. Sabem o que vão encontrar? Vão encontrar uma panóplia de vídeos e textos de "como fazê-lo sentir a tua falta", "bring him back", "make him notice you again" e mais e mais treta deste género que visa "ajudar" alguém desesperado. Sabem que mais? Estão a faltar textos na direcção oposta. Fiz esta pesquisa só por curiosidade e para confirmar as minhas suspeitas. O que eu precisava mesmo (se fosse daquelas pessoas que recorre à net para saber o que dizer nestas situações) era de textos "Como fazê-lo deixá-la em paz", "Como fazê-lo entender que você só quer distancia", "How to make him understand that you are no crying for him and you never were". 

 

O que aconteceu entre nós já foi há séculos e está tão enterrado, tão profundo na crosta terrestre, que se fosse um fóssil, seria certamente um poio de um T-rex. 

 

30
Abr16

Nostalgia pré-Queima

Diz que Estuda

'Nunca voltes ao lugar
Onde já foste feliz
Por muito que o coração diga
Não faças o que ele diz

Nada do que por lá vires
Será como no passado
Não queiras reacender
Um lume já apagado'

~Rui Veloso

 

A cada minuto que passa falta menos um minuto para a abertura da Queima das fitas.

Pelas redes sociais já se faz sentir a nostalgia daqueles que, no ano passado, partiram para outra etapa. Nostalgia esta que também se sente por aqueles que se deparam com mais um ano passado e menos um ano possível desta vida. Aqueles que vêem os melhores amigos a acabar os cursos já sentem saudade dos momentos que passaram juntos. Aqueles que são o motivo da existência da Queima mantém-se calados, julgo eu que amedrontados, por estar aí a Última das últimas e por tudo o que ela acarreta.

Este ano sinto algo diferente. Vejo várias pessoas que tomei como exemplo, desde caloira, a dizerem adeus a esta casa. Não sei bem o que sinto, mas que sinto Sinto!

15
Abr16

O malabarismo de hoje

Diz que Estuda

Que este tempo anda esquisito acho que todos já reparamos. Se bem que, "Abril águas mil"!

Hoje vou voltar para a minha terra natal e estou ansiosa por isso. No entanto, esta chuva e este vento não me dão grande motivação. É uma verdadeira prova de malabarismo ter de apanhar autocarros ou comboios quando se quer ir de fim-de-semana e se tem de levar malas, principalmente se estiver a chover.

Na mão direita puxo a mala de duas rodinhas pelas colinas da cidade e na mão esquerda levo o guarda-chuva que insiste em virar ao contrario à mínima brisa. É a malinha a tira colo a fazer peso contralateralmente à mala ou a mochila do computador às costas que nas subidas só me puxa é para baixo. É o casacão para o frio ou o impermeável para a chuva que passados 5 minutos de sair de casa me deixam a nadar em suor (a nadar não, a deslizar xD). São as dores nos braços ou nas costas que obrigam a trocar a posição de todas as malinhas, algumas vezes ao longo do percurso. É chegar à estação e na fila para pagar o bilhete ter várias pessoas a olhar para mim, espantadas com o meu indomável cabelo que fica todo de pé com a mínima humidade. E eu sorrir-lhes, vermelha que nem um tomate.

 

Imagem retirada da internet

 

10
Abr16

Dia dos irmãos!!

Diz que Estuda

Não vou fazer um post todo catita sobre as vantagens (e desvantagens) de não ser filha única, não vou contar as cenas parvas que já fizemos juntos nem o número de vezes que já nos chateamos (que deve ser igual a zero). Quero só deixar a nota de que, pela minha lente, ter um (ou mais) irmão é a melhor coisa que nos pode acontecer na vida, independentemente de sermos consanguíneos ou do coração, de termos 2 anos de diferença ou termos 10!

Acabei de receber uma mensagem do meu irmão a propósito deste dia e eu não podia estar mais feliz. Estou sozinha na minha cidade adoptiva, prestes a iniciar mais uma semana de exames e sei que sexta-feira o vou encontrar de braços abertos para me confortar.

É das pessoas, ou A pessoa, que mais amo neste mundo. Há pessoas que nos são indiferentes e há pessoas que fazem toda a diferença. O Mano é uma dessas pessoas!

 

 Imagem retirada da internet

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub