Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marcador Amarelo

Porque há momentos que merecem destaque!

Marcador Amarelo

Porque há momentos que merecem destaque!

29
Dez15

É preciso ter lata...e 1kg de açúcar!! - Última conclusão de 2015

Diz que Estuda

A menos de uma semana para o final do ano tive oportunidade de concluir isto:

 

     Há uns dias, fui eu que cozinhei o almoço. A pedido dos meus pais, fiz um strogonoff de frango e cogumelos acompanhado de arroz de ervilhas e cenoura. Confeccionei tudo com o maior cuidado, com o maior carinho e com o maior gosto. Deitei sal em ambas as panelas (nunca cozinho com sal) porque iria ter à mesa uma pessoa nada adepta de comida "insossa".

      Quando tudo estava finalmente pronto, divertimo-nos a fazer o empratamento do primeiro prato (que seria para a tal pessoa). Colocamos o arroz com um copo (mais ou menos assim) e o strogonoff ao lado. Já estava à espera que torcesse o nariz ao ver o strogonoff mas tinha o feeling de que depois de provar iria gostar. Sejamos sinceros, o aspecto do strogonoff não é a coisa mais apetecível de sempre.

 

      Mas do que realmente se passou, é que eu não estava à espera! 

      Mal pousou o prato em cima da mesa, começou: "Leva para lá isso, eu não como isso.", "Leva para lá, leva para lá.       Põe-me só um bocado de carne para provar", e termina com um arrogante "Eu não como papas."

 

    Foi como se uma faca me trespassasse o peito. Tenho quase a certeza que se tivesse sido cozinhado por outra pessa que não eu, das duas uma: A) Ou tinha engolido o sapo e comia; B) Fazia a mesma cena e o almoço não ia acabar bem; C) Dizia as coisas com mais respeito e educação.

 

    No final da refeição, tinhamos todos os pratos vazios menos essa pessoa que juntou o que restou do arroz (porque só restou arroz) com algum desprezo. 

- "O frango estava muito bom. E os cogumelos estavam uma delicia. Só o arroz é que não tinha sal nenhum e..."
- "O arroz tinha sal!"

- "Não, não tinha. O arroz não tinha sal nenhum. O frango tinha sal, os cogumelos tinham sal e notava-se bem mas o arroz não puseste sal nenhum"

    Encolhi os ombros. Whatever!

 

    O que concluí com isto tudo:

   Sempre que quiserem agradar a alguém que cozinha bem e frequentemente, façam bolos! Se a pessoa fizer bolos muito bem e frequentemente, façam pratos principais ou as entradas.

   Mas os bolos são quase sempre mais facilmente aceites. Há imensas variantes de um certo bolo e imensas receitas desconhecidas. E isto é sempre um trunfo na mão. Querem ter a certeza de que vão gostar? Então, espetem-lhe com um 1kg de açúcar na massa e vão ver como aos olhos de outrém ficam sempre bons. Ninguém se queixa e passam a ser as melhores pasteleiras. 

 

Obrigada 2015, por me tornares mais forte.

2016, please be good!!!

4 comentários

Comentar post